quarta-feira, 7 de setembro de 2011

As mais marcantes idas ao cinema

Hoje, o criador do Brazilian Movie Guy está fazendo mais um ano de vida. Thomás Rodrigues Boeira faz 19 anos, embora ainda seja tratado como se tivesse 12. Ano passado ele postou no blog os filmes que mais marcaram seus 18 anos de vida. Mas esse ano, ele coloca as idas ao cinema mais marcantes. Alguns filmes incluídos na nova lista já haviam sido colocados na postagem do ano passado, mas não poderiam ficar de fora dessa vez.
Eis as idas ao cinema mais marcantes desses 19 anos de vida do Mr. Boeira (como diria seu professor no curso de Inglês):
- O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003), de Peter Jackson: no dia 25 de dezembro de 2003, às 13h30min, a primeira sessão da terceira e última parte da sensacional trilogia O Senhor dos Anéis começava no Cinemark do Bourbon Ipiranga. Sim, esta ida foi tão marcante que Thomás lembra de todos esses detalhes. Lembra até que a sessão estava lotada e ele, sua irmã, e a amiga Juliana tiveram que se sentar nas primeiras fileiras (atrás de elfos e hobbits) e assistir ao filme olhando para cima. Mas isso não mudou em absolutamente nada a experiência, sendo O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei um filme sensacional. E, como Thomás comentou em sua crítica de Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2, o filme foi muito aplaudido por todos que estavam no cinema quando terminou.
- Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2009), de David Yates: a primeira pré-estreia de Thomás, e também a primeira vez que o rapaz furou uma fila, mostrando que em casos como esse ele abre uma exceção para quebrar regras. Valeu a pena ter furado a fila. Ao final da sessão, uma garota na frente de Thomás falou “Que droga de filme!”, o que fez o rapaz pensar “Nós assistimos ao mesmo filme?”.
- Missão Impossível 3 (2006), de J.J. Abrahams: “Quando começou seu vício em cinema?”. Esta é uma pergunta que muitas pessoas fazem para Thomás. Missão Impossível 3 não fez ele ficar viciado nessa arte maravilhosa, mas foi aí que Thomás começou a ir com mais frequência as salas de cinema, o que desencadeou a chamada cinefilia. Vale dizer que o Telecine também contribuiu muito com isso.
- Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008), de Christopher Nolan: o filme estreou no dia 18 de julho de 2008, mas Thomás não conseguiu ingresso para esse dia. Sendo assim, no dia seguinte, ele e sua irmã (percebe-se que eles são uma dupla dinâmica) ficaram de tocaia na frente da bilheteria. Quando algumas pessoas estavam prestes a formar uma fila, os dois praticamente correram e entraram na frente de todos que estavam ali. Thomás diz: “Quando se quer ver um filme, vale tudo pra pegar um bom lugar na sala de cinema”.
- Simão: O Fantasma Trapalhão (1998), de Paulo Aragão: como foi dito na postagem do ano passado, Simão: O Fantasma Trapalhão foi a primeira sessão de cinema da vida de Thomás. Por isso, é óbvio que não poderia ficar de fora desta nova lista. Uma das poucas lembranças que Thomás tem daquele dia é o exato momento em que ele entrou no cinema. "Momento mágico", ele diz.
- Avatar (2009), de James Cameron: graças a enorme fila para comprar ingresso (onde ficou durante uma hora, já que as pessoas pareciam não saber escolher lugares), Thomás perdeu 27 minutos da sessão de Avatar, mas ainda conseguiu ver e entender o filme. Além disso, foi sua primeira sessão em 3D, como foi dito na lista do ano passado.
- 500 Dias Com Ela (2009), de Mark Webb: a ida para assistir 500 Dias Com Ela pode não ter sido tão marcante para Thomás, mas, como ele esqueceu de incluí-lo na lista do ano passado, vale dizer que foi o filme do qual ele saiu da sessão querendo escrever sua primeira crítica. “Horrorosa”, diz ele. Mas é assim que se começa, sempre buscando melhorar com o tempo.
Thomás espera que gostem da lista e que compartilhem suas idas ao cinema mais inesquecíveis. Afinal, todos têm sessões das quais nunca esquecerão.
Assinado: Tom.

4 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Valeu pelo O SENHOR DOS ANÉIS: O RETORNO DO REI.
Cumprimentos cinéfilos!

O Falcão Maltês

Alan Noronha disse...

Gostei do texto em terceira pessoa e do filme dos trapalhões, eu os assisti muito na infância. O primeiro filme que eu lembro de ter ido ver foi o E.T.

Carol disse...

Thomás, ótima idéia falar sobre as idas ao cinema mais marcantes, e o uso da terceira pessoa deixou o texto mais engraçado. Adorei a parte do Mr. Boeira!! !! Lembro que o primeiro filme que eu vi no cinema foi o desenho Tarzan!!

Paula disse...

Lembro que qdo fomos assistir Simão, O Fantasma Trapalhão a mãe me disse "se ele chorar, voltem pra casa", mas eu tinha certeza de que tu não ia chorar e nem me preocupei.
Mas tem outras idas muito mais loucas, mas abafa o caso.